sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Naquele dia...


Foi naquele dia
Que vi o teu sorriso pela última vez
Quase parecia uma despedida
Sem um mas nem um talvez

Sabias que ias partir
Sabias que nos ias deixar
Mesmo assim partiste a sorrir
E nem te atreveste a chorar

Agora estou aqui sozinha
Sozinha com a minha dor
Onde estás tu anjo da minha vida?
Onde estás tu meu amor?

Algures na Terra
Algures no céu
Mas afinal,
Onde estás tu anjo meu?

Procuro-te procuro-te
E não me canso de te procurar
Só desejo que um dia
Nos voltemos a encontrar

Agora aqui já não sou nada
Agora aqui não sou ninguém
Leva-me pra tua nova morada
Faze-o para o meu bem

A minha vida o vento a levou
E as ondas do mar a fizeram desaparecer
A minha vida na Terra acabou
Já nada mais tenho a fazer

3 comentários:

Sílvia disse...

Bem, tu és demais, sempre a surpreender-me!!
Para além duma poeta é uma pintora...uau k artista!!k desenho!!
ESPECTACULAR!!!MAGNIFICO
bem, sem palavras
beijo

Rakel disse...

E ainda te atreves a dizer k o poema nao era muito bom... está bem está!!!

claro que komo todos os poemas que fazes está linduhhhhh! tudo o que escreves vem da tua alma e isso nota-se, é isso que cativa as pessoas na tua poesia, pois a tua poesia é verdadeira, pura e sentida muito sentida!!

Já sabes que tens aqui uma fã para o resto da vida!!!!

bju dwt

ps: o desenho está demais!!!!!

SePtRa disse...

Bem....
Nem vou comentar...
Fogo ainda tu dizes que n escreves altamente...
Tipo sem palavras mesmo muito a frente....
Continua...
Simplesmente magnifico...
Bjs...